Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tralhas Grátis

Tralhas Grátis

5 dicas para poupar na Black Friday

emma.PNG

No Dia Mundial da Poupança, 31 de outubro, os especialistas da Emma partilham como se pode maximizar o pico da temporada de compras, comprando o que realmente importa

Numa altura em que 44% dos europeus se sentem mais ansiosos devido ao atual clima económico, de acordo com um estudo realizado em setembro de 2022 pela Emma- The Sleep Company, é mais importante do que nunca estar consciente financeiramente, investindo no que dá retorno a curto, médio e longo prazo.  Para ajudar nisso, a Emma assinala o Dia Mundial da Poupança partilhando dicas sobre como trazer de volta a alegria à Black Friday e evitar compras por impulso, arrependimentos imediatos e dívidas desnecessárias.

Todos adoram um bom negócio. A ideia de poupar dinheiro enquanto se consegue algo que realmente se quer tem um apelo em massa. No entanto, esta oportunidade anual (Black Friday, o dia de compras mais movimentado do ano) pode não ser tudo o que parece por duas razões: em primeiro lugar,  porque às vezes o que as pessoas querem não é algo que realmente precisam;  em segundo lugar, porque o número de ofertas disponíveis tende a deixar os consumidores sobrecarregados e mais propensos a fazer compras por impulso que são decisões menos racionais, sem um sentido claro de prioridade. É por isso que 42% dos consumidores lamentam as compras da Black Friday, com os produtos eletrónicos a serem a compra de que mais se arrependem.

Dar prioridade à saúde mental e física, bem como ao bem-estar geral, é fundamental para lidar com a ansiedade e o stress causados pelo aumento do custo de vida. Com isso em mente, os especialistas de Emma partilham as cinco regras de ouro para maximizar as poupanças na Black Friday e comprar o que realmente importa:

  1. Fazer uma lista

58% das compras na Black Friday são compras por impulso. Desafie isso, escrevendo o que realmente precisa, o que realmente lhe faz falta e se compraria esse item específico, caso a Black Friday não existisse. Certifique-se que responde às seguintes questões:

  • Como vai melhorar a minha vida?
  • Durante quanto tempo?
  • Quem beneficia desta compra?
  1. Criar um orçamento

Calcule o orçamento que tem disponível e estabeleça um limite para quanto pode gastar nas compras da Black Friday. Esta estratégia irá ajudá-lo a priorizar as suas escolhas e evitar que a Black Friday se torne um momento de despesas excessivas. E se surgir uma oportunidade que não estava prevista? Mais uma vez, coloque a si mesmo as seguintes questões:

  • Preciso disto?
  • Vou usá-lo regularmente?

Se ambas as respostas forem positivas, e se se mantiver fiel ao seu orçamento, então é menos provável que se arrependa desta compra inesperada.

  1. Faça compras online

Fazer compras em lojas físicas pode aumentar a probabilidade de compras por impulso: a azáfama pode tirar-lhe a paciência e a capacidade de pesar racionalmente a sua compra, assim como os vendedores que também podem ter influência. É também mais difícil e demorado comparar preços nas lojas. Assim, a Emma recomenda que compre online na Black Friday, sempre que seja possível.

  1. Dê a si mesmo tempo

A Black Friday pode fazê-lo acreditar que tem um tempo limitado e que se não for o primeiro a comprar, perderá a sua oportunidade. Esta pressão artificial leva a escolhas desnecessárias e precipitadas. Os consumidores tendem a concentrar as suas compras no dia da Black Friday, quando a maioria das marcas têm os mesmos descontos por períodos muito mais longos, incluindo as semanas anteriores e posteriores.

De acordo com os dados da Emma de 2021, a Black Friday é quando o maior pico acontece, seguido de perto pelo domingo seguinte, com mais do dobro das compras que a média para o resto do período de descontos. A hora mais popular para fazer encomendas é entre as 20h e as 21h e o tempo menos popular é entre as 2 e as 4 da manhã.  Pense bem, dê tempo para avaliar as circunstâncias e comprar quando tiver certeza da sua decisão.

  1. Pense no tempo de vida do produto

As 10 principais categorias de produtos mais comprados em todo o mundo durante a Black Friday são vestuário, dispositivos eletrónicos, calçado, cosméticos e perfumes, eletrodomésticos, presentes, produtos infantis, livros, acessórios desportivos e lingerie — a maioria deles não essenciais e de curta duração.  Para trazer alegria à sua Black Friday, pense em comprar um produto com uma vida útil maior, algo que terá um impacto positivo na sua vida durante o maior tempo possível. Desta forma, será mais fácil pensar na Black Friday como um período de poupanças e não de despesas.