Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tralhas Grátis

Tralhas Grátis



VENCEDORES antestreia "Anticristo"

Um casal de luto retira-se para o “Éden”, a sua cabana isolada na floresta, onde esperam reparar os seus corações quebrados e o seu casamento em perigo. Mas a natureza segue o seu caminho e as coisas vão de mal a pior…”
 

VENCEDORES do passatempo

A actriz Charlotte Gainbourg ganhou um prémio em Cannes a propósito de "Anticristo". Qual foi esse prémio? Prémio de Melhor Actriz.

 

- dia 26 Janeiro, terça feira, 21h30: Lisboa UCI El Corte Inglês

Carlos Duarte Durão Antunes
Diana Cardeira Pescada
Jaime de Oliveira Gordalina
Joana Crespo Martins
Luis Filipe dos Santos Lorenço
Maria Dolores Oliveira
Neusa do Vale
Paula Alexandra Gonçalves Nunes
Rita Mascarenhas de Melo
Virgínia Barbosa

- dia 27 Janeiro, quarta-feira, 21h30: Zon Lusomundo Mar Shopping
Aida Machado
Ana Sofia Marques Saraiva
Carla Alexandra da Silva Santos
Diogo Fernando Barros Amorim
Francisco Miguel Melo Pereira
João Pereira
Luís David Silva Castro
Manuel Antonio Sequeira Ribeiro Pereira
Maria Raquel Vaz
Marta Isabel Correia Cardoso e Vieira

 

Confissões do Realizador
Há dois anos, sofri uma depressão. Foi uma experiência nova para mim. Tudo, não interessava o quê, parecia-me não ter importância, ser trivial. Não conseguia trabalhar.
Seis meses mais tarde, apenas como um exercício, escrevi um guião. Era uma espécie de terapia, mas também uma busca, um teste para ver se alguma vez conseguiria fazer outro filme. O guião foi acabado e filmado sem grande entusiasmo, como se estivesse a usar apenas metade das minhas capacidades físicas e intelectuais. O trabalho no guião não seguiu o meu habitual modus operandi. Cenas foram acrescentadas sem nenhuma razão em especial. Imagens foram compostas sem qualquer lógica ou justificação dramática. Muitas vezes tinham origem nos sonhos que tinha na altura, ou sonhos que tivera antes na minha vida. Uma vez mais, o tema era a “Natureza”, mas de uma forma diferente e mais directa do que antes. De uma forma muito mais pessoal. O filme não contém nenhum código moral em especial e apenas tem aquilo que alguns classificaram como o “mínimo necessário” em termos de enredo. Quando era novo, li Strindberg. Li com entusiasmo as coisas que ele escreveu antes de ir para Paris, para se tornar alquimista,  durante a estadia na cidade… o período mais tarde chamado de “crise do inferno” – será “Anti-Cristo” a minha Crise do Inferno? A minha afinidade com Strindberg? Em qualquer caso, não tenho nenhuma desculpa para vos dar por ”Antichrist”. Apenas a minha crença absoluta no filme – o filme mais importante de toda a minha carreira!
Lars von Trier, Copenhaga, 25/03/09.

4 comentários

Comentar post